• Colo Cumaru

A cura que vem dos aromas e os cuidados paliativos

Atualizado: 3 de jul.

Os aroma podem beneficiar pacientes em cuidados paliativos mais do que se pode imaginar.



Campos de lavanda.
Foto: Cristian Vieriu (Unsplash)


Qual o seu cheiro favorito? Será de um bolo de laranja assando? Ou de café fresco? Você gosta do cheiro de baunilha?


Aromas acionam nossas memórias e, em seguida, dependendo da memória acionada, você sente um bem-estar enorme. O aroma do bolo de laranja assando fez você se lembrar das tardes em que passava com aquela avó amorosa? E você se lembrou dela e sorriu? E depois, deu um suspiro e relaxou? Então, você entrou em contato com um dos poderes de um aroma!


Há uma ciência que usa os aromas naturais para trazer bem-estar e equilíbrio para as pessoas. Ela é a Aromaterapia, ou a ciência e arte do uso de óleos essenciais extraídos de plantas aromáticas para EQUILIBRAR, HARMONIZAR e CUIDAR do corpo, da mente e do espírito. Tudo isso com um uma propriedade adicional: a segurança.


E o que são os óleos essenciais? São substâncias voláteis perfumadas e oleosas, extraídas de plantas aromáticas e medicinais altamente concentradas. Eles podem ser extraídos da casca dos cítricos (como o limão), de cascas de árvores (como a canela) e plantas (como a lavanda), por exemplo.


Dentre os vários benefícios que a Aromaterapia pode proporcionar aos pacientes sob os Cuidados Paliativos, é possível citar o gerenciamento da dor, a melhora na qualidade de sono, o alívio da fadiga e do desconforto. Oferece conforto e alívio ao sofrimento nas dimensões física, emocional, mental e espiritual.


É provado que tratamentos com Aromaterapia também podem propiciar a diminuição da ansiedade, do estresse, da tristeza, da insegurança e do sofrimento psicológico. Podem, ainda, proporcionar a melhora do humor, permitindo um reengajamento a reconexão com os prazeres da vida.


É importante ressaltar que o tratamento com a Aromaterapia não deve ficar restrito aos pacientes. Familiares, profissionais da saúde e todos os envolvidos nos cuidados do paciente também podem se beneficiar.


Vasant Lad, médico indiano considerado uma das maiores autoridades em Ayurveda no mundo, explica em seu livro “A Yoga das Ervas” que “as plantas transmitem os impulsos vitais-emocionais, a força vital que se esconde na luz. Esse é o dom, a graça, o poder das plantas... A existência das plantas é uma grande oferenda, um sacrifício. Elas nos oferecem não apenas seu próprio valor nutricional, mas a luz e o amor das estrelas, do cosmos de quem são mensageiros.”


Que maravilha poder ter a nosso alcance este presente das plantas!


Elizangela Rubia

Aquela que dá colo

Aromaterapeuta e Educadora na área de Aromaterapia. Aplica Massagem Sonora (Soundhealing).

Formada em Medicina Tibetana no Centro de Medicina Tibetana de Milão. PaliAtivista

Sentinela - Guardiã de Fim de Vida, Tanatóloga em Formação


22 visualizações0 comentário